ASA DESENVOLVE PROJETO DE PREVENÇÃO E ENFRENTAMENTO ÀS VIOLAÇÕES DE DIREITOS DE CRIANÇAS E ADOLESCENTES

ASA DESENVOLVE PROJETO DE PREVENÇÃO E ENFRENTAMENTO ÀS VIOLAÇÕES DE DIREITOS DE CRIANÇAS E ADOLESCENTES

O Florada dos Ipês será desenvolvido até dezembro de 2021 em quatro fases

A Ação Social Arquidiocesana (ASA), consciente de sua responsabilidade social, e buscando proteger a integridade e promover os direitos dascrianças e adolescentes lança o Projeto Florada dos Ipês. A iniciativa, que busca oportunizar ações de prevenção e proteção das crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidades social e/ou vítimas de violação de direitos, será lançada através de live na quinta-feira, 13 de maio, às 16h com transmissão nas redes sociais da ASA e da Arquidiocese de Teresina.

Desenvolvido no âmbito dos Serviços de Convivência e Fortalecimentos de Vínculos (SCFV) da ASA, o Projeto Florada dos Ipês foi aprovado pelo Conselho Municipal de Direitos da Criança e do Adolescente de Teresina (CMDCAT) e é financiado pelo Fundo da Infância e Adolescência. A iniciativa tem o objetivo de favorecer a autonomia, o autocuidado e a ampliação da cidadania dos atendidos, bem como despertar na sociedade reflexões que contribuam para o fim da violência contra as crianças e adolescentes.

De acordo com o coordenador técnico da Casa de Zabelê, Francisco Moreira, o projeto tem o intuito de gerar sensibilização e mobilização da sociedade na luta pela efetivação dos direitos das crianças e adolescentes de Teresina. “O Florada irá potencializar o atendimento e o acompanhamento dos serviços da ASA que trabalham com crianças, adolescentes e juventudes, bem como beneficiar toda a rede socioassistencial na sensibilização da população sobre a importância da prevenção e do enfrentamento do trabalho infantil e da violência sexual”, destaca Francisco.

O projeto será operacionalizado através da realização de atividades formativas, lúdicas e culturais de caráter preventivo, informativo, integrativo entre os serviços SCFV Nov@sMenin@s, SCFV INTEGRAR, Casa de Zabelê e Programa Jovem Aprendiz.

Embora desenvolvido no âmbito da Ação Social Arquidiocesana o projeto busca também estimular a articulação da rede socioassistencial de Teresina, somando forças com outras instituições na luta pela garantia de direitos das crianças e adolescentes. A presidente do Conselho Municipal de Assistência Social (CMAS), Valdeniria Silva, destaca a importância do Florada dos Ipês para o enfrentamento e a prevenção ao trabalho infantil e a violência sexual.

“O projeto Florada dos Ipês vem somar com a efetivação da política de Assistência Social em Teresina, pois apresenta como meta o enfrentamento de causas de fundamental importância para a proteção social como o enfrentamento de violações de direitos buscando desenvolver e dar destaque as potencialidades das crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade pessoal e/ou social”, pontua Valdeniria.

Projeto em quatro fases

O Florada dos Ipês será desenvolvido até dezembro de 2021 e está dividido em quatro fases, que vão desde a mobilização dos serviços da ASA até a realização de uma caravana pelas instituições da rede socioassistencial de Teresina.A primeira etapa denominada “Plantar para Esperançar” já está em execução e corresponde ao planejamento, à mobilização e a execução de oficinas e treinamentos com os profissionais da ASA.

Em seguida, na etapa “Germinar para Semear”, serão realizadas oficinas formativas e de sensibilização sobre violência sexual e trabalho infantil com os assistidos pelos serviços, além de encontros com suas famílias. Na etapa “Cultivar para Florescer” serão realizadas oficinas de dança, música, teatro e artes manuais para crianças, adolescentes e juventudes dos serviços da ASA, além de gincanas e encontros de esporte e lazer.

Na quarta etapa, que leva o nome do projeto, será realizada a caravana Florada dos Ipês com visitas as escolas de Teresina, bem como encontros em insitiuições da rede socioassistencial e um Seminário de Prevenção e Enfrentamento às Violações de Direitos das Crianças e Adolescentes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *