LIVE TRABALHO ACESSÍVEL APRESENTA RESULTADOS DA INCLUSÃO DE PESSOAS COM DEFICIÊNCIA NO MERCADO DE TRABALHO

LIVE TRABALHO ACESSÍVEL APRESENTA RESULTADOS DA INCLUSÃO DE PESSOAS COM DEFICIÊNCIA NO MERCADO DE TRABALHO

A Ação Social Arquidiocesana (ASA), através do serviço “Levanta-te, vem para o meio” realizou na tarde desta quinta-feira (24) a live “Trabalho Acessível: resultados e desafios”. O momento foi transmitido através do canal da Arquidiocese de Teresina no Youtube diretamente do auditório Paulo VI, na sede da ASA, e teve como objetivo apresentar os resultados do Projeto Trabalho Acessível, que atua na inserção de pessoas com deficiência no mercado de trabalho.

O projeto é desenvolvido desde outubro de 2020, e ao longo de seus nove meses de atuação inseriu 56 pessoas com deficiência em postos de trabalho em Teresina, captando ainda 202 cadastros de pessoas aptas a serem inseridas em novas vagas. A iniciativa é fruto de uma parceria entre o serviço “Levanta-te, vem para o meio”, o Ministério Público do Trabalho do Piauí (MTP), e conta com financiamento da Organização Mundial do Trabalho (OIT).

Em sua fala, no início da live, a assistente social Rafaella Menezes destacou a proposta que fundamentou a atuação do projeto. “O trabalho acessível veio com a proposta de realizar a captação de pessoas com deficiência aptas ao mercado de trabalho, como uma resposta a alegação que muitas empresas faziam de que não havia perfis profissionais qualificados e disponíveis para atender as suas necessidades. Em contrapartida a isso, através da articulação do Levanta-te conseguimos mostrar que há sim pessoas preparadas e disponíveis para ocuparem os postos de trabalho”, afirmou.

A live contou com a presença de representantes do Ministério Público e de empresas parceiras, além de apresentações musicais e bate-papos sobre as conquistas e desafios para a inclusão social das pessoas com deficiência em Teresina. O diretor executivo da ASA, padre Tony Batista, também marcou presença no momento e falou da missão da Ação Social Arquidiocesana diante da situação de exclusão social vivenciada pelas pessoas com deficiência.

“O Levanta-te cumpre a missão de ser um serviço de inclusão, de resgate daquelas pessoas que vivem à margem da sociedade por alguma deficiência. E diante dessa realidade a ASA vai ao encontro de suas necessidades e as traz para o convívio da sociedade através da capacitação e da inclusão no mundo do trabalho”, finalizou o padre.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *