/
/
ASA lança cartilha contra trabalho infantil e exploração sexual

Notícias da ASA

ASA lança cartilha contra trabalho infantil e exploração sexual

A Ação Social Arquidiocesana (ASA) promove nesta quarta-feira (14) o lançamento da cartilha “Fortalecendo o Trabalho em Rede em Defesa das Crianças e Adolescentes”, às 9h, no Salão da Igreja de Fátima (Zona Leste). A cartilha foi elaborada por educandos dos serviços Casa de Zabelê, Novos Meninos e Meninas e Integrar, a partir de oficinas formativas, com o objetivo de estimular a consciência crítica da sociedade a respeito das problemáticas relacionadas a exploração sexual e o trabalho infantil.

A cartilha será lançada buscando fortalecer o sistema de garantia de direitos das crianças e adolescentes em Teresina, através de ações qualificadas no enfretamento de violações tais como o trabalho infantil e violência sexual. Segundo o coordenador pedagógico da Casa de Zabelê, Francisco Moreira, a iniciativa vai contribuir no combate a essas problemáticas, considerando que a capital piauiense ainda apresenta um alto índice de casos de violações de direitos.

“Com o florescer dos ipês, comum ao mês de setembro, também queremos florescer a dignidade das nossas crianças. Para isso, a ASA agora lança essa cartilha que é um material lúdico, informativo e uma ferramenta para a prevenção e enfretamento junto as crianças da nossa cidade, proporcionando uma sensibilização, conscientização e autodefesa deles diante das situações de violações”, explicou o coordenador.

A solenidade de lançamento contará com apresentações artísticas, roda de conversa e sessão de autógrafos, protagonizada pelas crianças e adolescentes responsáveis pela elaboração da cartilha. O evento será aberto ao público e contará com a presença de autoridades municipais, representantes do judiciário e profissionais da rede socioassistencial de Teresina.

Projeto Florada dos Ipês

O encarte foi confeccionado no contexto das ações do Projeto Florada dos Ipês II, uma iniciativa pensada para promover ações que contribuíssem para consolidar o protagonismo das crianças e jovens na luta pela garantida de direitos, combatendo situações de trabalho infantil e violência sexual.

O projeto está sendo executado em quatro fases. A primeira fase foi de formação para os técnicos e serviços da ASA. A segunda, consistiu no lançamento do projeto para a rede socioassistencial, o sistema de garantias de direitos, e os assistidos dos serviços da instituição. Já na terceira fase foi feito um trabalho com temas transversais com oficinas formativas para as crianças e os adolescentes dos serviços da ASA, com a produção das cartilhas Florada dos Ipês II.

A coordenadora do Serviço de Convivência Integrar, Cristiane Andrade, destaca que a quarta fase do projeto é o lançamento da cartilha, ação que será complementada por outras atividades.

“Após o lançamento, daremos início a visitação nas escolas da rede municipal de Teresina para o desenvolvimento de um trabalho preventivo, buscando cada vez mais mostrar o protagonismo juvenil, e possibilitando que as crianças e adolescentes levem essas causas tão importantes adiante, para que não se repitam as situações de violações de direitos ainda tão presentes em nossos dias”, afirmou uma das responsáveis pela execução do projeto.

Compartilhar:

Tags:

NOTÍCIAS

Os recursos arrecadados beneficiam serviços de atenção a pessoas em situação de vulnerabilidade Com o tema “Acende a fogueira