/
/
Conheça os serviços ofertados pela Ação Social Arquidiocesana (ASA)

Notícias da ASA

Conheça os serviços ofertados pela Ação Social Arquidiocesana (ASA)

Fundada em 13 de julho de 1956 por Dom Avelar Brandão Vilela, a Ação Social Arquidiocesana (ASA) é uma organização sem fins lucrativos criada com o intuito de acolher e oferecer atendimento especializado a pessoas em situação de vulnerabilidade. Atualmente, a organização conta com oito serviços nas áreas da saúde e de assistência social, atendendo enfermos, idosos, crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade ou afetados por diversas formas de violência, se tornando uma das mais bem sucedidas entidades piauienses.

Entre os serviços oferecidos, destaca-se o Serviço de Fortalecimento de Vínculos Integrar, que desde 2008 atua no atendimento intergeracional de crianças, jovens e idosos. O centro promove o acesso à defesa de direitos e contribui para a melhoria da qualidade de vida dos atendidos. Segundo o coordenador técnico do serviço, Lucas Catarino, o objetivo principal do centro é fortalecer a função protetiva da família. “A partir das atividades de orientação social, teatro, recreação, e também de momentos em parceria com a Universidade, nossa ação é fortalecida diariamente”, afirma Catarino.

Idosos atendidos pelo Integrar durante uma ação realizada no local.

Joaquina de Castro, assistida desde o início do serviço e participante ativa de todas as atividades oferecidas, vê o centro como um local de aprendizado contínuo. “Quando cheguei aqui, não sabia bordar nem nada. Hoje, já sei tudo e estou repassando esses aprendizados para as amigas”, diz a aposentada. Ela ressalta que o centro lhe proporcionou uma maior qualidade de vida, promovendo um verdadeiro renascimento.

Assistidos pelo Programa Jovem Aprendiz durante formação.

Outro serviço oferecido pela ASA é o programa Jovem Aprendiz, desenvolvido desde 1995 para promover o desenvolvimento pessoal e profissional de adolescentes e jovens. O objetivo é incluí-los no mercado de trabalho, seguindo as diretrizes estabelecidas pela lei da aprendizagem. A coordenadora Maria dos Milagres, destaca que as famílias e os assistidos recebem todo o apoio e acompanhamento necessário. “Os jovens ocupam um local estigmatizado na nossa sociedade. O Jovem Aprendiz surge justamente para mostrar o potencial deste grupo”, explica.

Centenas de jovens já passaram pelo programa, tendo suas realidades transformadas e, na maioria dos casos, ganhando espaço no mercado de trabalho. Rian Lucas, por exemplo, conta que antes de entrar no programa não sabia qual carreira seguir, mas agora, na empresa onde atua, tem realizado atividades em setores variados. “Isso me deu uma noção de qual carreira vou seguir no futuro. Eu me sinto muito bem e mais preparado para participar do mercado de trabalho”, conclui o estudante.

Todos os serviços desenvolvidos pela ASA são beneficiados pela Caminhada da Fraternidade, que está em sua 29ª edição e tem como objetivo arrecadar recursos para ajudar no bom funcionamento de cada um deles. Carla Simone, secretária executiva da ASA, destaca que o evento demonstra o compromisso da sociedade com os mais vulneráveis. “A ASA, através da Caminhada da Fraternidade, convida todos a caminharem conosco, pois muitos precisam da continuidade desses serviços para terem seus direitos básicos garantidos”, finaliza.

Serviços e projetos de proteção social

Momento lúdico com os alunos do Centro de Convivência Novos Meninos.

Os serviços de proteção social da Ação Social Arquidiocesana (ASA) abrangem uma variedade de programas voltados para diferentes grupos em situação de vulnerabilidade. Entre eles estão o Centro de Convivência Novos Meninos, que apoia crianças e jovens incentivando trocas culturais e fortalecendo vínculos familiares, e a Casa de Zabelê, que atende crianças e adolescentes em situação de risco com uma abordagem interdisciplinar incluindo atividades como dança e esporte.

Aluno do Curso de Moda e Serigrafia da Casa de Zabelê confeccionando camiseta.
Idosos do Lar de Santana na comemoração do aniversário do Serviço.

Já o Lar de Santana oferece acolhimento e cuidados para idosos em situação de risco ou com vínculos familiares rompidos. O Serviço “Levanta-te, Vem para o Meio” inclui pessoas com deficiência no mercado de trabalho, oferecendo cursos de capacitação e suporte em processos seletivos em parceria com o Ministério Público do Trabalho.

Alunos do Serviço “Levanta-te, vem para o meio” durante curso profissionalizante de assistente administrativo e informática básica.

Além disso, o Centro Maria Imaculada presta atendimento gratuito a pessoas com hanseníase, realizando atividades de diagnóstico, prevenção e tratamento da doença, enquanto o Lar de Misericórdia acolhe pessoas em tratamento de câncer vindas de outros municípios ou estados, oferecendo alimentação, apoio para deslocamento, atendimento em estabelecimentos de saúde e manutenção dos tratamentos.

Ação no Centro Maria Imaculada em alusão a campanha Janeiro Roxo.
Voluntários do Lar de Misericórdia.

Esses serviços demonstram o compromisso da ASA em proporcionar apoio integral e especializado, melhorando significativamente a qualidade de vida de indivíduos em diversas situações e promovendo inclusão e dignidade para todos os atendidos.

Compartilhar:

NOTÍCIAS

Na manhã da última quinta-feira (27), o Serviço Jovem Aprendiz da Ação Social Arquidiocesana (ASA) comemorou 22 anos de